Total de visualizações de página

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Como anda o caso das rinhas ou incentivo à ela postadas por usuários no Facebook:

Só para acompanharem a situação:
http://180graus.com/geral/odontologo-e-suspeito-de-incitar-rinhas-de-caes-pit-bull-465338.html




Mais tarde faço um resumo.

sábado, 15 de outubro de 2011

REPASSANDO DENUNCIA DE INCENTIVO A RINHAS NO FACEBOOK!

Esse indivíduo é do Piauí do município de Teresina.

 








Comentário: Foi removido os nomes das conversas e fotos pois recebi notificação que o caso foi denunciado e está sendo acompanhado por uma organização protetora dos animais.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Neste dia das Crianças lembre-se: ANIMAL NÃO É BRINQUEDO!

Nada de presentear crianças com seres vivos por impulso, PENSE antes de assumir essa responsabilidade!







terça-feira, 11 de outubro de 2011

Dia de São Francisco de Assis!

No dia 4 de outubro celebramos São Francisco de Assis, que nasceu na cidade de Assis, na Itália, em 1181 (ou 1182). Filho de um rico comerciante de tecidos, Francisco tirou todos os proveitos de sua condição social vivendo entre os amigos boêmios.

Tentou, como o pai, seguir a carreira de comerciante, mas a tentativa foi em vão.

Sonhou então, com as honras militares. Aos vinte anos alistou-se no exército de Gualtieri de Brienne que combatia pelo papa, mas em Spoleto teve um sonho revelador: Foi convidado a trabalhar para "o Patrão e não para o servo".


O chamado, ainda pouco claro para São Francisco, foi tomado no sentido literal e o santo vendeu as mercadorias da loja do pai para restaurar a igrejinha. Como resultado, o pai de São Francisco, indignado com o ocorrido, deserdou-o.

Com a renúncia definitiva aos bens materiais paternos, São Francisco deu início à sua vida religiosa, "unindo-se à Irmã Pobreza".

A Ordem dos Frades Menores teve início com a autorização do papa Inocêncio III e Francisco e onze companheiros tornaram-se pregadores itinerantes, levando Cristo ao povo com simplicidade e humildade.

O trabalho foi tão bem realizado que, por toda Itália, os irmãos chamavam o povo à fé e à penitência. A sede da Ordem, localizada na capela de Porciúncula de Santa Maria dos Anjos, próxima a Assis, estava superlotada de candidatos ao sacerdócio. Para suprir a necessidade do espaço, foi aberto outro convento em Bolonha.

Um fato interessante entre os pregadores itinerantes foi que poucos, dentre eles, tomaram as ordens sacras. São Francisco de Assis, por exemplo, nunca foi sacerdote.

Em 1212, São Francisco fundou com sua fiel amiga Santa Clara, a Ordem das Damas Pobres ou Clarissas. Já em 1217, o movimento franciscano começou a se desenvolver como uma ordem religiosa. E como já havia ocorrido anteriormente, o número de membros era tão grande que foi necessária a criação de províncias que se encaminharam por toda a Itália e para fora dela, chegando inclusive à Inglaterra.

Sua devoção a Deus não se resumiria em sacrifícios, mas também em dores e chagas. Enquanto pregava no Monte Alverne, nos Apeninos, em 1224, apareceram-lhe no corpo as cinco chagas de Cristo, no fenômeno denominado "estigmatização".

Os estigmas não só lhe apareceram no corpo, como foram sua grande fonte de fraqueza física e, dois anos após o fenômeno, São Francisco de Assis foi chamado ao Reino dos Céus.
Autor do Cântico do Irmão Sol, considerado um poeta e amante da natureza, São Francisco foi canonizado dois anos após sua morte.

Em 1939, o papa Pio XII tributou um reconhecimento oficial ao "mais italiano dos santos e mais santo dos italianos", proclamando-o padroeiro da Itália..

No dia de São Francisco de Assis, na Itália, Padre Tomasz faz um gesto simbólico que comoveu o mundo!




Fontes:
http://www.angelfire.com/ar2/jcarthur/sfco.htm
http://www.facebook.com/photo.php?fbid=10150346824498576&set=a.499391263575.276362.619073575&type=3&theater


Comentário: Lindo mesmo, belo gesto. Sem palavras...



quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Ex-prefeito é acusado de distribuir carne envenenada e matar 47 cães na Bahia

Ex-prefeito é acusado de distribuir carne envenenada e matar 47 cães na Bahia
Moradores jogaram cadáveres de cães na fazenda de João de Roque, em Conceição.

05.10.2011 | Atualizado em 05.10.2011 - 06:37
Alexandre Lyrio | Redação CORREIO
alexandre.lyrio@redebahia.com.br


Donos jogaram corpos dos cães na fazenda do ex-prefeito
Foto: Antônio Saturnino

O cenário é de um massacre e o cheiro da carnificina está impregnado no ar de São Bento do Inhatá.  Dezenas de corpos espalhados pelas propriedades, cadáveres deixados na beira da estrada e uma comunidade inteira estarrecida. A única diferença dessa para outras chacinas é que, em vez de seres humanos, as vítimas foram 47 cães, um gato e três galinhas. De tabela, um urubu que resolveu se banquetear com a carniça acabou aumentando a conta de mortos.

O extermínio cruel ocorreu na última sexta-feira, nas localidades de Bângala e Bolandeira, em São Bento do Inhatá, distrito de Amélia Rodrigues, a 84 quilômetros de Salvador. O autor, ao contrário de suas vítimas, é um animal racional. Supostamente.

Pior: além de ser humano, o acusado é ex-prefeito da cidade vizinha, Conceição do Jacuípe, e tem uma fazenda em São Bento do Inhatá. Dezenas de testemunhas descrevem o momento em que, usando uma motocicleta tipo “Biz”, o fazendeiro João Barros de Oliveira, conhecido como João de Roque, circulou pela região e cometeu o massacre.

O serial killer não escolheu raça, tamanho ou cor. Com uma luva e um saco amarelo cheio de carne, arremessou as ‘iscas’ envenenadas sobre muros e cercas dos terrenos. A carne, segundo moradores, era de um boi que João teria matado só para cometer o “cãocídio”. O que motivou tal atitude? Os moradores acreditam que o simples fato de alguns cães vizinhos terem atacado um dos seus bezerros. Quando perceberam o que João fazia, os moradores avisaram a PM. Tarde demais.

O veneno colocado pelo criminoso nos pedaços de carne era tão forte que, ao comer os restos mortais dos cachorros, um urubu morreu. Algumas pessoas passaram mal, inclusive um policial militar. Em protesto, donos de cachorros jogaram seus animais na propriedade de João de Roque. Um cão foi pendurado na cancela da fazenda. 

Indignação
O funcionário do sítio que fica defronte à propriedade de João de Roque não segurou as lágrimas quando lembrou do vira-lata Wel, um dos cachorros que não resistiu ao veneno. Ontem de manhã, Agnaldo alimentou só o pastor preto Hulk e o outro vira-lata, Scooby. “Quando vi que Wel não estava mais com a gente, não aguentei. Ele era especial. O nosso cão de guarda. Muito triste ver ele vomitando até morrer”, disse, aos prantos.

O dono do sítio, o administrador Raimundo das Neves, também estava desolado. “Minha filha chorou a manhã inteira. Era como se fosse da família”. Apesar do medo de uma retaliação, o funcionário não conteve a raiva. “Sei que corro risco de vida, que ele tem dinheiro, mas a gente não pode deixar isso impune”.

Mas nenhuma dor era como a de Jacira dos Santos, 64 anos. A aposentada perdeu sete cães na matança. “Biscuí”, “Latoia”, “Jack Chan”, “Preta”, “Zóio Furado”, “Quatro Ôio” e “Raquele” se estribucharam antes de morrer. “Latoia veio babando em cima de mim com aquela carinha de quem pede socorro, sabe?”, conta dona Jacira, ainda chocada.

“Sargento”, de apenas um mês de vida, foi um dos sobreviventes. Órfão, perdeu a mãe, a cadela “Raquele”. Já “Pintada” tinha acabado de ter ninhada de oito cachorrinhos. Envenenada, resistiu. Mas não pode amamentar. “Ela ainda está tremendo. Pode passar para os filhotes”.   

Medo
Ainda há pedaços de carne espalhados por aí. Agora, o maior temor dos moradores é de que crianças entrem em contato com o veneno. O comerciante João José Pires, o Dendê, que perdeu o Pit Bull “Preto”, teme que seu outro cachorro também morra. “Salvei ele dando leite e azeite doce. Já chorei a morte de um animal. Não quero chorar de novo. Alguém tem que recolher tudo isso”, sugeriu.  

Defesa
Apesar das testemunhas oculares, o fazendeiro e ex-prefeito de Conceição do Jacuípe negou ao CORREIO todas as acusações. “Não sei por que estão me acusando disso. Vou apurar e depois te respondo. Eu tenho cachorro. Gosto de animais”, garantiu, por telefone,  João de Roque, que não mais apareceu em Amélia Rodrigues. “Ele tem que ser muito homem pra voltar aqui no São Bento”, disse um morador. 

Na propriedade que há mais de 20 anos mantém em São Bento do Inhatá, João de Roque cria gado, porcos e galinhas. “A família sempre teve posses e poder. Um homem como ele acha que pode passar por cima de tudo e todos”, afirmou a vereadora Maria Quitéria Ferreira, que teve o poodle “Guguinha” morto na chacina.

Polícia recolhe  carne para fazer perícia
Passava das 11h de ontem, quase quatro dias depois do massacre, e o carro do Departamento de Polícia Técnica (DPT) finalmente se dirigiu para onde tudo ocorreu. Os policiais tinham a companhia do secretário de Agricultura e Meio Ambiente da prefeitura, Mário Augusto Filho. No local, foram recolhidos pedaços de carne enviados para a perícia, em Salvador.

Ainda não se sabe que tipo de veneno foi usado. O delegado José Antônio Costa disse que ainda vai ouvir o acusado e os donos de cachorros.  João de Roque pode responder por crime de maus-tratos previsto na lei ambiental 9605/98. Se punido, pode pegar de três meses a um ano de prisão. ONGs de proteção animal prometem ação coletiva de indenização por danos morais.


---------------

Comentário:
Daqui a 4 anos estão votando em João de Roque novamente, eleitor não tem memória. Ele se elege e ao invés de envenenar cães, gatos e galinhas ele vai por veneno na merenda escolar, refeição de idosos e hospitalizados para reduzir custos com alimentação ou vai lá saber qual motivo ele vai encontrar.
Exagero? Jajá aparece notícias desse indivíduo envolvido em algum assassinato. Covardia e maldade são a mesma coisa independente do tipo e raça da vítima.
O mais "engraçado" de tudo é que o assassino matou os cães de uma cidade INTEIRA e PODE (não quer dizer que irá) pegar de 3 meses a 1 ano de cadeia.... que justiça é essa? Ele deveria trabalhar 5 anos varrendo as ruas, limpando privada serviços que fizesse esse sujeito ver como é realmente a vida! A aprender a dar valor ao trabalho dos outros e aos bens alheios! Ele não pode simplesmente chegar e tirar o que uma pessoa está se dedicando a cuidar! Não tem senso nenhum de moral e de valor social! Praticamente um assassino como diz a matéria um serial killer, deve ser tratado como tal.

sábado, 1 de outubro de 2011

Procura-se Dois Psicopatas!

Muitos adultos com personalidade cruel já maltratavam animais de uma maneira peculiar na infância, longe daquele quadro de inocência que ocorre com a maioria das crianças. Não estavam passando por uma fase, mas sim iniciando um padrão de sadismo que iria perdurar pela vida inteira. Muitos psicopatas tiveram como suas primeiras vítimas o cachorro da família ou os gatos da vizinhança. Cobaias no laboratório da tortura.


Policia investiga rapazes que aparecem em foto estrangulando cachorrinho

Após circular por várias redes sociais a foto de dois rapazes enforcando um cachorrinho, o assunto acabou virando pauta de investigação do Departamento de Repressão a Crimes de Alta Tecnologia, realizada pela Policia Civil do Distrito Federal. O policial responsável pela operação, Adelmo Jerônimo Silva, está realizando uma investigação criminal com base na foto (acima) para identificar os criminosos. 

Diante disso, se você tiver qualquer contato, ou souber quem são os rapazes da foto (que conforme nos foi repassado são do interior de Goiás), por favor entrar em contato no telefone  (61) 3462 9544  e repassar os dados. A denúncia é anônima. 

Com isso vamos poder colocar atrás das grades, ou então, fazer cumprir a lei e punir estas pessoas que cometem crimes contra animais domésticos e ainda pensam que podem ficar impunes.

Fonte: http://www.icaranews.com.br/display3.asp?func=display&resid=656&tree=9


Comentário: Se você acha essa notícia um exagero espere até um desses se aproximas de seus filhos(as) ou avós.

Você sabe como seu cão bebe água?

                                                                          Interessante!

Lei irá permitir sacrifícios por ritos religiosos!



‎"Ruído
Recebi com muito desapontamento a notícia de que foi sancionado um projeto de lei que permite e autoriza legalmente a tortura e o sacrifício de animais em rituais de cunho religioso. Na realidade, após pesquisas e confirmação de fontes, descobri que, na época, a grande imprensa deu pouca importância ao fato, motivo pelo qual muitas pessoas andam compartilhando esta antiga e má notícia alguns anos depois de sua aprovação.

Existem manifestações e burburinhos na época de sua aprovação em 2004, em meados de 2010, e em setembro de 2011. Mistério ainda não resolvido até o presente momento. Informações truncadas, depoimentos revoltados e revoltosos, enfim, bastante ruído.

Segundo matérias publicadas no Portal Terra em 2004, no site da ANDA em 2010 (Agência Nacional de Direitos dos Animais), no blog vinculado ao jornal Estado de São Paulo do jornalista João Bosco Rabello em 2010 , e em blogs e posts pela internet a fora em setembro de 2011, o ex-deputado estadual pelo Rio Grande do Sul, Edson Portilho, conseguiu aprovar o projeto de lei 283/2003 (no dia 2 de julho 2004), que altera a lei estadual 11.915 (de 23 de maio de 2003), permitindo assim o uso e o sacrifício de animais desde que realizados em cultos religiosos de matriz africana."
***
Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/blogs/ultrapop/gatos-em-chao-de-asfalto-quente.html


Comentário: Ainda se sacrifica vidas em rituais religiosos.... que involução. Acredito que toda "cultura ruim" deva ser abandonada,  mesmo fazendo parte de uma religião, senão ainda estaria-se praticando canibalismo aos náufragos e viajantes às Indias e com enfoque turístico regional.